Compartilhe as últimas notícias do Brasil!

Saulo Germano, vereador campinense do Podemos, aproveitou as redes sociais para lamentar a queda de braço entre a oposição e o prefeito Bruno Cunha Lima, e que tem causado dissabores para o município chegando nesta segunda, 10, a criar uma situação de impasse com o não pagamento de alguns servidores de diversas pastas e do STTP.

A Câmara Municipal de Vereadores de Campina Grande está paralisada, segundo o parlamentar porque a oposição se nega a votar os pedidos de suplementações enviados pela gestão.

“Infelizmente chegarmos a uma situação complicada, que terminou prejudicando país de família, o lado mais fraco, que no caso são os prestadores de serviços de algumas secretarias e funcionários da STTP, por falta de votação dos pedidos de suplementação do orçamento e esse cabo de guerra só atrapalha, precisa chegar a um denominador comum”, afirmou Saulo Germano.

Para o parlamentar esse impasse não pode continuar e de acordo com ele, nesta quarta, 12, haverá um movimento de parlamentares na busca de uma solução que precisa ser urgente, um trabalho para que haja um diálogo entre a gestão e a oposição, sob pena de outras áreas serem prejudicadas.

“Ou se faz alguma coisa agora, urgente, ou teremos mais problemas a frente, a solução é o diálogo e que todos desçam do salto e baixem o sarrafo do extremismo na relação, a hora é de resolução”, concluiu o parlamentar.

 

Ascom