Compartilhe as últimas notícias do Brasil!

O governo brasileiro saúda a aprovação no dia 10 de maio, na Assembleia Geral das Nações Unidas, de resolução relativa à admissão do Estado da Palestina na Organização. Mais de dois terços dos Estados Membros da ONU apoiaram a decisão, que contou com 143 votos a favor, 9 contra e 25 abstenções. A resolução contou com copatrocínio e voto a favor do Brasil.

A resolução determina que a Palestina está qualificada para tornar-se membro das Nações Unidas e recomenda ao Conselho de Segurança que reconsidere a questão de maneira favorável. Decisão que admitiria o Estado da Palestina como membro pleno das Nações Unidas foi vetada por um membro permanente do Conselho de Segurança em 18 de abril último.

O governo brasileiro manifesta sua disposição de continuar trabalhando, inclusive junto a outros estados membros da ONU, para que a Palestina seja reconhecida como membro pleno das Nações Unidas.

O Brasil reconhece, desde 2010, o Estado da Palestina nas fronteiras de 1967, o que inclui a Faixa de Gaza e a Cisjordânia, tendo Jerusalém Oriental como sua capital.

O governo brasileiro reitera sua defesa da solução de dois Estados, com um Estado da Palestina viável convivendo lado a lado com Israel em paz e segurança.