Compartilhe as últimas notícias do Brasil!

A Prefeitura de Campina Grande, através da STTP, implantou um semáforo nas proximidades do Hospital de Trauma de Campina Grande e recuperou as faixas de pedestre que existem no local. O objetivo é reduzir o número de acidentes de trânsito naquela área, que foram identificados através do Núcleo de Estudos de Acidentes de Trânsito (Neat).

Dados recentes apontam que entre o ano de 2023 e meados de março deste ano foram contabilizados 22 acidentes na área. Foram 19 casos contabilizados em 2023 e três em 2024. Dois casos chamaram a atenção: um atropelamento de pedestre e uma colisão envolvendo um automóvel e um ciclista.

“A Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) faz, periodicamente, estudos para levar mais segurança aos locais estratégicos da cidade, com maior fluxo de pedestres. Este semáforo com botoeira é uma excelente opção para o local”, disse Vitor Ribeiro, superintendente da STTP.

Além do semáforo com botoeira, a equipe de sinalização da STTP também fez a recuperação de faixas de pedestre no local. O objetivo é garantir mais segurança viária e com o foco principal em salvar vidas através de ações de trânsito.

O que é uma botoeira para pedestres?

A botoeira tem a função de avisar ao condutor que existe a demanda da travessia, ou seja, quando não acionada, não vai fechar o semáforo desnecessariamente. Ela é acionada por contato seco, dando o pulso de informação ao condutor e fazendo com que a travessia do pedestre aconteça de forma segura.

Na cidade já existem dois semáforos do tipo botoeira. Os equipamentos são considerados seguros e têm contribuído tanto para a segurança como para uma mobilidade urbana eficaz.