Compartilhe as últimas notícias do Brasil!

O vereador Saulo Noronha, líder do G5, usou as redes sociais para afirmar que em nenhum momento votou a favor da revogação do Projeto que autorizava o empréstimo do Fonplata. De acordo com o parlamentar ele participava online de parte da sessão em alguns momentos, mas na hora não estava participando da votação no momento em que foi aprovada. “Essa manobra não contou com meu voto para devida aprovação da Revogação, fomos pegos de surpresa, pois não ligamos o número do Projeto, com o que estava em votação, eu não estava participando da votação no momento em que foi aprovada”, explanou Saulo Noronha.

Quanto a narrativa de que a bancada de situação cochilou, Saulo Noronha deixou claro que o que houve foi uma armação, como já utilizada na Casa, segundo a própria oposição em outra votação procurou a justiça contra um voto de repudio, proposto pelo vereador Alexandre do Sindicato.

“Vamos judicializar, pois o que houve foi uma armação para que não pudéssemos questionar o referido projeto”, destacou o parlamentar, que promete reunir amanhã a bancada da situação para analisar os próximos passos que serão dados.