Compartilhe as últimas notícias do Brasil!

Pessoas com 15 anos ou mais que não tem habilidade de ler nem escrever podem aproveitar o Programa Brasil Alfabetizado (PBA) do Governo Federal, no município de Campina Grande. As inscrições estão abertas até o próximo dia 30 de abril. As pessoas que consideram possuir pouca habilidade de leitura ou escrita também podem se inscrever. As aulas iniciam no próximo mês de maio, nas escolas das zonas urbana e rural.

As inscrições podem ser feitas nas escolas municipais e ou por meio do link: https://bit.ly/brasilalfabetizadopba

As aulas vão acontecer de segunda a quinta-feira, nas escolas municipais ou prédios comunitários, podendo ser diurno ou noturno, com turmas de no mínimo 14 estudantes para zona urbana e sete para zona rural. “Vale destacar que este programa não é a educação de jovens e adultos, a EJA, que já temos no município. As aulas são para pessoas que estão sem estudar. Inclusive aquelas que já cursaram o ensino fundamental 1 ou 2, não sabem ler nem escrever, possuem 15 anos ou mais também podem garantir a sua vaga no programa”, frisou Ádria Maciel, coordenadora da Educação de Jovens e Adultos do município.

“Criado em 2003 e com seu último ciclo em 2016, o PBA tem como objetivo principal promover a superação do analfabetismo, especialmente entre pessoas com 15 anos ou mais, contribuindo para o fortalecimento da cidadania e o desenvolvimento social e econômico do nosso país. O Programa visa apoiar ações que combatam o analfabetismo e promovam a educação de jovens e adultos”, destacou Fabíola Gaudêncio, gerente de projetos da Secretaria de Educação.

A Secretaria também divulgará em breve um edital de chamada pública para a seleção de professores alfabetizadores, que serão bolsistas do programa, conforme orientações e diretrizes do MEC.

Paraíba possui 3ª maior taxa de analfabetismo do país

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2022, a Paraíba é o Estado que possui a terceira maior taxa de analfabetismo do país, com 13,6% da população. Ficando atrás apenas dos Estados do Piauí (14,8%) e Alagoas (14,4%).

Por isso, a Secretaria de Educação do município de Campina Grande está empenhada em garantir a execução de mais essa edição do Programa Brasil Alfabetizado.