Compartilhe as últimas notícias do Brasil!

Uma ação conjunta realizada pelas Polícias Militar e Civil desarticulou e prendeu um grupo acusado de latrocínio que agiu no Sertão do estado, no último final de semana. A ação das Forças de Segurança resultou ainda em arma apreendida, veículos recuperados, entre outros objetos (foto acima).

De acordo com o comando da 3ª Companhia do 14º Batalhão, quatro pessoas foram presas no fim do domingo (21), em menos de 24 horas após cometerem um latrocínio na zona rural de Pombal. Os criminosos usaram uma roupa similar ao fardamento da Polícia Civil para enganar as vítimas durante um roubo, atingindo fatalmente uma delas com disparo de arma de fogo.

“Dos quatro acusados presos, dois homens já tinham passagem pela polícia. Um deles que é usuário do tornozeleira eletrônica já havia sido preso com mais de uma tonelada de droga, e o outro já responde a vários processos. Duas mulheres também foram presas”, disse o capitão Fernando, que comandou as ações da PM na região. Segundo o oficial, os acusados tentavam fugir de carro para Catingueira quando foram capturados.

O grupo foi preso com uma pistola calibre 9 milímetros, dois radiocomunicadores, balaclava (touca) e celulares. “De forma geral o grupo é ligado a vários crimes na região como tráfico de drogas, roubos e homicídio, e a prisão deles irá esclarecer diversos delitos na região”, esclareceu o capitão Fernando.

Toda a ocorrência foi encaminhada para Delegacia da Polícia Civil em Pombal para os procedimentos cabíveis e devido apuração.